Kotoura-san

A temporada de Janeiro normalmente é a mais fraca do ano, em relação a animes de qualidade. E mantendo a tradição a temporada atual foi bem fraca, com poucos animes realmente relevantes.

Para ser sincero, não cheguei a assistir nem metade dos animes da temporada, mesmo porque não tenho tempo para tanta coisa, então conferi o primeiro episódio de uns 10 animes diferentes e dentre eles continuei acompanhando apenas 3.

Um deles é Kotoura-san, anime que terminou essa semana. Vou falar nesse post de minhas impressões e avaliação sobre o anime.

Para começar uma breve descrição:

O anime Kotoura-san é uma adaptação do Mangá 4-koma de Enogizu. Esse tipo de mangá normalmente conta com traços e roteiros simples e são sempre voltados para a comédia, apesar de as vezes abordarem assuntos sérios.

4koma
Trecho do 4-koma de Kotoura-san

A história gira em torno de Haruka Kotoura, uma adolescente que sofre preconceito e rejeição por causa de sua habilidade paranormal de ler mentes. Ela vive uma vida de sofrimento até conhecer em sua nova escola Yoshihisa Manabe, um cara totalmente pervertido que passa a maior parte do tempo imaginando a pequena Kotoura em situações exitantes, mas apesar disso ele tem um bom coração e é totalmente sincero, aceitando esse seu “dom” e se tornando seu primeiro amigo de verdade.

Kotoura-san-post

Depois ambos acabam entrando para um clube de pesquisa de poderes paranormais onde conhecem Mifune e Muruto outros personagens importantes para a trama. Em meio a isso Kotoura sofre a perseguição de Hiyori Moritani, que é apaixonada por Manabe e fica com ciúmes do relacionamento que vai se desenvolvendo entre eles.

A premissa do anime é simples e bem clichê, afinal em quantos animes e mangás já vimos essa história da menininha rejeitada que encontra ou seu príncipe encantado?

Apesar de todo clichê, Kotoura-san, consegue nos apresentar momentos bastante inusitados e um relacionamento muito divertido entre os personagens, existem até momentos de drama que chegam a ser bem tensos, nos fazendo imaginar que o anime vai seguir por caminhos mais sérios, Até que aparece o Manabe ou a Moritani e acabam com toda a tensão transformando tudo em uma grande comédia, mas sem deixar de lado sentimentos e valores das situações que eles enfrentam.

Misturando esse momentos de drama, com muita comédia e um pouco de romance, o resultado é um anime agradável de se assistir e descompromissado, que me rendeu boas risadas e alguns momentos de serenidade. Não é um anime espetacular, tem alguns problemas de execução, mas nada que comprometa o objetivo principal da obra – divertir.

Em uma escala de 1 a 5 para classificar esse anime eu dou nota 3, ele passa longe de ser algo espetacular, mas me diverti muito assistindo.

 NOTA 3