A Batalha do Apocalipse

A tempos não ficava tão empolgado com a leitura de um livro como fiquei com essa excelente fantasia de Eduardo Spohr.

Na verdade eu não leio muitos livros de fantasia, universo RPG e coisas do gênero na verdade eu gosto bastante desse tipo de leitura, mas ultimamente tenho lido obras mais “serias” como a biografia de Steve Jobs e algumas ficções de Augusto Cury que é um dos meus autores favoritos.

Quando um amigo me emprestou o livro A Batalha do Apocalipse, eu já sabia bem do que se tratava, mesmo porque acompanho a anos o site e podcast Jovem Nerd, onde o autor participa constantemente e foi também através desse site que o livro foi publicado e divulgado inicialmente, até chegar a uma grande editora e virar um best seller.

O livro narra a história de Ablon, um querubim renegado que luta contra a aniquilação da humanidade que alguns arcanjos estão buscando, nessa trama de muitas batalhas, intrigas e traições ele conta com a ajuda de sua fiel companheira Shamira uma necromante poderosa, que está sempre ao seu lado nos momentos mais difíceis.

Há muitos e muitos anos, há tantos anos quanto o número de estrelas no céu, o Paraíso Celeste foi palco de um terrível levante. Um grupo de anjos guerreiros, amantes da justiça e da liberdade, desafiou a tirania dos poderosos arcanjos, levantando armas contra seus opressores. Expulsos, os renegados foram forçados ao exílio, e condenados a vagar pelo mundo dos homens até o dia do Juízo Final. Mas eis que chega o momento do Apocalipse, o tempo do ajuste de contas, o dia do despertar do Altíssimo. Único sobrevivente do expurgo, o líder dos renegados é convidado por Lúcifer, o Arcanjo Negro, a se juntar às suas legiões na batalha do Armagedon, o embate final entre o Céu e o Inferno, a guerra que decidirá não só o destino do mundo, mas o futuro do universo. Das ruínas da Babilônia ao esplendor do Império Romano; das vastas planícies da China aos gelados castelos da Inglaterra medieval. A Batalha do Apocalipse não é apenas uma viagem pela história humana, mas é também uma jornada de conhecimento, um épico empolgante, cheio de lutas heroicas  magia, romance e suspense.

 

Atualmente estou lendo Filhos do Eden – segundo livro do autor dentro do mesmo universo de A Batalha do Apocalipse, contanto a história de outros personagens em meio a essa guerra angelical.

Recomendo muito a leitura, o livro é muito bem escrito e conta com personagens cativantes e uma trama envolvente que vai te fazer querer chegar ao final desesperadamente, mas até lá você vai passar por muitas reviravoltas e acontecimentos impressionantes.

a_batalha_apocalipsear